Buscar   OK
Artigos sobre Tecnologia

Anatel bloqueará smartphones irregulares no Brasil a partir de maio de 2018


Anatel bloqueará smartphones irregulares no Brasil a partir de maio de 2018


A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) divulgou o cronograma para o bloqueio de telefones celulares irregulares, que começará no dia 9 de maio de 2018.

 

Segundo a Anatel, haverá um projeto piloto a partir do dia 22 de fevereiro de 2018 em Goiás e no Distrito Federal através do envio de mensagens de texto aos usuários alertando sobre o futuro bloqueio.

 

Em 23 de setembro de 2018, consumidores da região Sul, demais estados da região Centro-Oeste e os estados do Acre, Rondônia, São Paulo e Tocantins receberão mensagens de aviso e bloqueios em 8 de dezembro do mesmo ano. Já os telefones piratas dos outros estados das regiões Sudeste e Norte e os da região Nordeste serão alertados a partir de 7 de janeiro de 2019, com bloqueio previsto para 24 de março.

 

A decisão da Anatel é voltada principalmente para smartphones sem marca reconhecida, que são cópias de modelos famosos, porém com baixo preço. Com o bloqueio, esses aparelhos serão impedidos de se conectar às redes 3G e 4G.

 

Esses bloqueios só atingem dispositivos habilitados após fevereiro do próximo ano e que não tenham homologação da Anatel ou número de IMEI (International Mobile Equipment Identity). Os usuários que adquiriram aparelhos importados e não passaram pela certificação da Anatel também não serão afetados, desde que possuam IMEI inscrito na GSMA, instituição internacional que reúne informações da telefonia móvel.

 

Os usuários podem consultar a situação do seu telefone com o número do IMEI no site Consulta Celular Legal, criado pela própria agência.

 

A Anatel estima que todos os meses cerca de um milhão de novos aparelhos entram nas redes das operadoras brasileiras.

 

Governo lança programa para instalar internet de alta velocidade em 22 mil escolas públicas brasileiras

 

O governo federal anunciou o programa "Política de Inovação e Educação Conectada", que prevê conectar 22 mil escolas públicas de todo o Brasil com internet de alta velocidade até o final de 2018.

 

O projeto receberá R$ 271 milhões até 2018, sendo que R$ 255,5 milhões serão investidos na melhoria da infraestrutura e conexão das escolas, incluindo ampliação da rede de banda larga, serviços de conectividade, instalação de pontos de Wi-Fi, compra de dispositivos e de um satélite de monitoramento. Já os R$ 15,5 milhões restantes serão destinados ao treinamento de educadores, na construção de plataforma para cursos online e na produção de conteúdo. 

 

Segundo o MEC (Ministério da Educação), professores e gestores receberão formação contínua em cursos específicos sobre práticas pedagógicas mediadas por tecnologia, cultura digital e outros recursos, como robótica. Até 2018 devem ser oferecidas bolsas de três meses para 6,2 mil profissionais.

 

O programa inclui ainda a Plataforma Integrada de Recursos Educacionais Digitais, produzida com base no conceito de rede social, cuja plataforma já está disponível através do Sistema Integrado de Monitoramento, Execução e Controle (Simec).

 

Além disso, o MEC planeja conectar todas as escolas públicas do país através desse programa até o ano de 2024. A medida deve beneficiar 1,28 milhão de alunos, o correspondente a 40% do total de matriculados nos ensinos fundamental e médio.    

 

O projeto é uma parceria entre os ministérios da Educação (MEC) e da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações.

 

Intel planeja acabar com o sistema BIOS dos computadores até 2020

 

Intel anunciou que pretende extinguir o sistema BIOS (Basic Input/Output System), substituindo-o pelo firmware UEFI, e o suporte ao CSM (Compatibility Support Module) dos computadores até o ano de 2020.

 

O BIOS, criado pela IBM, opera diretamente a partir da placa-mãe de computadores e lida com funções básicas da máquina, inicializando em seguida o sistema operacional. O sistema já funcionou como elo de comunicação entre o sistema operacional (SO) e alguns periféricos, como teclado e mouse, mas o recurso acabou na década de 90, quando os SOs começaram a atuar diretamente com o hardware através de drivers. 

 

No início dos anos 2000, a Intel desenvolveu o firmware EFI (Extensible Firmware Interface). Atualmente, o EFI se chama UEFI e lida com mais rapidez e segurança com as antigas funções do BIOS, apesar dos novos computadores ainda conterem o sistema de retrocompatibilidade CSM. O CSM vem desativado por solicitação da Microsoft, sob alegação de que ele pode ser afetado por vírus que atacam a inicialização do sistema.

 

Todos os equipamentos fabricados recentemente são compatíveis com o UEFI e também com o BIOS. Apenas a produção após 2020 perderá a compatibilidade com os sistemas, afetando os SOs de 32 bits das máquinas recentes.

 

Apple registra patente de smartphone com tela curvada na parte central

 

Apple registrou no USPTO (United States Patent and Trademark Office) a patente "Electronic Devices With Flexible Displays" ("Dispositivos Eletrônicos com Telas Flexíveis"), descrevendo um smartphone com tela micro-LED curvada na área central.

 

Conforme o documento da patente, a micro-LED substituiria as atuais LCD e OLED e as telas se encaixariam ou afastariam de forma simétrica, possibilitando o uso de um iPhone com duas faces, de forma semelhante a um pequeno iPad ou notebook.  

 

Rumores anteriores apontavam que um smartphone com tela OLED maleável seria fabricado em parceria com a LG, com lançamento previsto para 2020.

 

Não há informações sobre a adoção da ideia da patente em um dispositivo.

 

Pesquisadores transmitem dados entre dois tipos diferentes de nós quânticos

 

Pesquisadores do Instituto de Ciências Fotônicas da Espanha (ICFO) conseguiram transmitir informações entre dois tipos diferentes de nós quânticos, compilando o qubit no fóton usando uma técnica conhecida como codificação de binário. 

 

Nos computadores tradicionais, as informações são armazenadas em bits binários (0 ou 1), enquanto o tráfego em computadores quânticos é no formato qubits, que armazenam dados em 0, 1 ou em superposição de ambos simultaneamente. No computador quântico, a informação é codificada em um fóton.

 

Durante o experimento, os cientistas usaram um interferômetro, dispositivo usado para superposição de ondas de luz, guiado para um curto ou longo caminho de fibra óptica, e átomos de rubídio refrigerados a laser para transformar um qubit codificado em um único fóton com comprimento de onda curta de 780 nm. Com isso, o interferômetro converteu o fóton no comprimento de onda usado para rotear comunicações não-quânticas por meio de fibra óptica (1552 nm). Em seguida, os pesquisadores converteram o fóton em um comprimento de onda de 606 nm, que foi mantido em um cristal fundido com pequenas quantidades de íons de praseodímio por 2,5 microssegundos.  

 

De acordo com o pesquisador do ICFO, Nicolas Maring, o próximo passo é criar redes quânticas maiores com mais de dois nós diferentes e distribuir fótons emaranhados entre os variados nós.



*Fonte: www.clubedohardware.com.br

No Ar


Nenhuma programação cadastrada
para esse horário




Anúncios
Peça sua Música

  • Camila
    Cidade: Selbach
    Música: Pare e Pense - Diego e Marcel
  • fabiola
    Cidade: Londres
    Música: chimarrao os Monarcas
  • catarina
    Cidade: selbach
    Música: você está em tudo - Musical Dallas
  • manuela
    Cidade: Selbach
    Música: você está em tudo - Musical Dallas
  • Esthefany Dalferh
    Cidade: Boa Vista do Cadeado- Ponte Queimada
    Música: Ele te trai- San marino
  • marcia
    Cidade: Selbach
    Música: você está em tudo - Musical Dallas
(54)9 9122-7204

Tempo em Selbach
Fan Page

Mural de Recados



Sem Recados no momento
Hora Certa

Top Mais da 104
Agendão da Princesa
Webdesigner: Sites by Ariel - Ariel Ludwig Willig - Passo Fundo/RS
Copyright (c) 2018 - Rádio Princesa - Todos os direitos reservados